As Mais Belas Fotos de Desertos
encontradas na Net  
Página 01

Veja antes que interessantes estas
CURIOSIDADES SOBRE O SAHARA...

O Deserto do Sahara é o maior do mundo (área total de 9.065.000 km2).  Área fértil (oásis) apenas 200.000 km2.  Localiza-se ao Norte da África e está presente em 10 países (Mauritânia, Marrocos, Líbia, Egito, Mali, Níger, Argélia, Tunísia, Sudão e Chade).

Apresenta desníveis espetaculares onde 1/4 consiste em montanhas.  Alguns trechos situam-se a 134 metros abaixo do nível do mar; outros registram alturas de até 3.300 metros.  Em muitas depressões, o solo compõe-se de salinas.

Embora através destas imagens os desertos possam parecer lugares extremamente agradáveis pelo silêncio, solidão, amplitude de visão e paisagens belíssimas, é bom lembrar que suas temperaturas variam de 0º à noite (isso mesmo, muito frio!) até 50º durante o dia (insuportavelmente quente).  A temperatura record foi registrada na região da Líbia: 58º. 

Por ocupar uma faixa bastante extensa no Norte da África, verifica-se dois tipos de clima na região do Sahara: ao Norte (próximo ao Mar Mediterrâneo) é sub-tropical, e, ao Sul tropical.  Apesar de extremamente seco, em algumas regiões do Norte pode ocorrer anualmente pouquíssima chuva. 

O comprimento de leste a oeste é de 4.800 km e o de Norte a Sul é de 1.200 km.

Aproximadamente 4 milhões de pessoas vivem nas imediações no Sahara, em sua maioria beduínos.  A hospitalidade árabe é conhecida mundialmente; é comum chegar a um povoado beduíno e receber um prato de refeição. Todos compartilham, mas é conveniente conhecer os costumes locais.

O Islamismo (religião muçulmana) foi introduzido no Século VII.  O processo de conversão demorou aproximadamente 400 anos para chegar à todos os povos do deserto; algumas vezes de forma branda através de atividades missionárias, outras por total opressão.

Mas nem todos aqueles que habitam os desertos costumam ser tão amistosos assim.  Além daqueles que têm intenção de saquear, existem também predadores que saem de suas tocas (entre as pedras), durante a noite à procura de alimento: serpentes, aracnídeos, lagartos e muitos insetos. 

A vida animal compreende ainda: gazelas, oryx, gerbils, jerboas, babuínos, hienas, ouriços, chacais, cervídeos, raposas, doninhas. 

Isso torna as noites sombrias e de certa forma bastante perigosas.

Também contam aproximadamente 300 espécies de pássaros.

Pouquíssimas possibilidades de água e ausência quase que total de vegetação predominam.  Os únicos rios que correm pelo Sahara permanentemente são o Níger e o Nilo.

Os camelos são os escolhidos como meio de transporte desde o Século III quando tomaram o lugar dos cavalos.  Podem ficar até 15 dias sem beber água (tomam até 120 litros de água de uma só vez), transportar cargas, oferecer leite e numa necessidade vital, sua carne pode servir como alimento.

Dunas representam apenas 25% do total do Sahara (dunas piramidais podem atingir até 150 metros de altura, enquanto montes de areia alcançam até 350 metros).  O restante são montanhas, rochedos, pedras e oásis.

Outros tipos de vegetação incluem concentrações esparsas de gramas, arbustos e árvores nas montanhas, assim como nos oásis e ao longo do leito dos rios.  A principal árvore encontrada é a tamareira.

Muitos dos oásis repousam em depressões (abaixo do nível do mar), permitindo assim a existência de reservatórios de água (lençóis subterrâneos); assim a vida acontece próxima a estes poços artesianos.

Agora sim, sabendo de tudo isso, entre nesta viagem...

Mais ... Página 2

Site Khan el Khalili - Brasil